OS BENEFÍCIOS DA ACUPUNTURA NA GESTAÇÃO, PARTO E PÓS PARTO


Na Medicina Tradicional Chinesa (MTC) nosso organismo é energizado por canais energéticos chamados de Meridianos, estes tem relação com os órgãos e vísceras do nosso corpo, portanto quando é citado Rim ou Fígado por exemplo estamos relacionando a energia/meridiano deste órgão e não ele especificamente.

A Acupuntura Chinesa é benéfica para as mulheres em todas as fases mas especialmente na fertilidade, gestação e parto tem um papel de extrema importância.

Nas mulheres, o sangue não é apenas a origem de ciclos menstruais, mas também de fertilidade, concepção, gravidez, parto e puerpério. Os Rins governam o Útero, sendo assim tudo começa com a energia base de nosso organismo.

O Útero se relaciona com os Rins por um meridiano chamado de Meridiano do Útero (Bao Luo), também está relacionado fisiologicamente ao coração por um meridiano chamado Canal do Útero (Bao Mai).

Portanto, menstruação normal e fertilidade dependem do estado da Essência do Rim e do sangue do Coração. Se o sangue do Coração é deficiente, o Qi (energia) do Coração não desce ao Útero e se a Essencia do Rim é deficiente, não ocorre a menstruação.

Bom mas por que estou falando tudo isso....

Se a mulher ao definir que quer engravidar inicia juntamente um trabalho com a acupuntura será iniciado um trabalho de equilíbrio energético, onde todos os meridianos serão trabalhados, assim preparando este útero e todo o sistema de suporte para a gestação toda. Esse trabalho facilita também a fertilidade, facilitando assim a fecundação. Se a mulher  ou homem se encontram também com dificuldade na fertilidade, esse trabalho pode ser direcionado em conjunto com o casal para o trabalho de fertilização.

Após a concepção todo o sistema energético tem como prioridade nutrir o feto, pode se dizer que durante a gravidez o sangue é transformado em essência que nutre o corpo e o feto. Vale lembrar que aqui novamente o Sangue assim como o Rim, é considerado como pura energia na MTC, portanto se este está pleno e fortalecido durante a concepção (ai a importância da acupuntura antes), a gestação, parto e pós parto ocorrerão sem grandes complicações.

Durante a Gravidez ao contrário do que muitos pensam a acupuntura pode e deve ser usada pelas gestantes, podendo ser muito benéfica em diversas situações como:

  • Enjôos – o sinal mais precoce de desconforto na gestação, podendo durar somente o primeiro trimestre como toda a gestação, dependendo do desequilíbrio energético anterior;

  • Dor Abdominal - uma dor moderada é frequente na gravidez e na maioria dos casos ela não representa necessariamente perigo, mas deve ser vista e analisada com cuidado pois podem também levar a um inicio de aborto.

  • Ameaça de Aborto – pode ser usado a acupuntura quando se tem uma ameaça ou predisposição, como preventivo.

  • Feto com dificuldade de Crescimento

  • Edemas na Gravidez (inchaço pelo corpo)

  • Ansiedade

  • Sensação de Falta de Ar

  • Retenção Urinária – podendo levar a uma sistite, uma grande causa de partos prematuros.
     
  • Constipação na Gravidez

A acupuntura é muito usada também na Estimulação para o Parto e para Rodar o Bebê (se este estiver sentado ou deitado por exemplo), utilizado no final do período gestacional.

- E nas três fases do Trabalho de Parto:

Primeira Fase – período de dilatação.

  • Auxilia na Analgesia – com pontos específicos pode ajudar efetivamente no controle da dor.

  • Má posição Fetal – é muito comum o bebê não está na posição correta para o parto assim dificultando a descida e dilatação total.

  • Aumentar as Contrações Uterinas – em muitos casos, durante o processo de trabalho de parto, existe uma diminuição ou até estagnação das contrações.

  • Tensão da mãe – podendo ser usado de forma a  trabalhar tranquilizar a mãe e assim facilitando todo o processo que pode ser estagnado simplesmente por tensão.

Segunda Fase – período expulsivo.

  • Auxiliando na posição fetal e analgesia.
     
Terceira Fase – expulsão da placenta.

  • Auxiliando a saída da palcenta – a placenta deve sair naturalmente em torno de 20 min após o nascimento, a acupuntura pode auxiliar no alivio da dor e aumento das contrações uterinas.

  • Retenção Placentária – em alguns casos pode ocorrer a retenção da placenta na parede uterina (placenta acreta), juntamente com a atuação médica, pode ser usado a acupuntura para auxiliar neste desprendimento.

No Pós Parto

Aqui a atuação da Acupuntura também é de grande importância já que neste período todo o sistema energético está se reestabelecendo de todo o período gestacional e parto, mas ao mesmo tempo tempo tem que alimentar este bebê produzindo então o Leite.

Neste período a mulher está no auge de sua fragilidade, é um momento por vezes esquecido durante toda a gestação mas que requer uma atuação de toda equipe no cuidado com a mulher. Aqui encontramos problemas comuns como:

*      Hipogalactia – Secreção Insuficiente de Leite;

*      Mastite – endurecimento das mamas;

*      Depressão Pós Parto;

*      Dor Abdominal

*      Medos;

*      Dificuldades Urinárias;

*      Constipação;

*      Dores Articulares.


Fonte:  Dra Laysa Maryan A Duch -  Fisioterapeuta Acupunturista
http://www.holisticfisio.com.br/2012/10/os-beneficios-da-acupuntura-na-gestacao.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HORÁRIOS DOS 12 MERIDIANOS PRINCIPAIS

CLORETO DE MAGNÉSIO P.A. - O SANTO REMÉDIO

OMBRO DOLOROSO E SEU TRATAMENTO COM ACUPUNTURA