Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

ALIMENTOS X EMOÇÕES

Imagem
Banana- contra a ansiedade
Se você anda mais ansiosa que o normal, aposte na banana para elevar os níveis de serotonina. Quando os níveis desse neurotransmissor estão baixos, falha a comunicação entre as células cerebrais. Aí você fica irritada  e especialmente ansiosa. A fruta combina doses importantes de triptofano e vitamina B6. Juntas, as duas substâncias se tornam poderosíssimas na produção da serotonina.
Quanto consumir: 2 unidades por dia

Mel- pura alegria
Triste sem motivo? De novo a causa pode ser a serotonina de menos. Nesse caso, o mel funciona   como um calmante natural, pois aumenta a eficiência da serotonina no cérebro. Mas não é só aí que ele atua. Quando alcança o intestino, ajuda a regenerar a microflora intestinal. Resultado: o ambiente se torna mais propício para a produção de serotonina. Surpresa? Pois é, cerca de 90% do neurotransmissor do bom humor é produzido no intestino.
Quanto consumir: 1colher (sopa) / dia.

Abacate- amigo do sono
Dormir é tão importan…

Preste atenção na raiva e veja um milagre

Imagem
O único problema com a tristeza, com o desespero, com a raiva, com a falta de esperança, com a ansiedade, com a angústia, com a infelicidade, é que você quer se livrar dessas emoções. Essa é a única barreira.

Você terá de conviver com elas. Não pode fugir, simplesmente.

Elas são situações nas quais sua vida tem de se integrar e crescer. São desafios da vida. Aceite-as. Elas são bênçãos disfarçadas. Se você fugir delas, se quiser se livrar delas de algum jeito, você criará problema – pois, quando quer fugir delas, você não olha para elas diretamente.

Uma estrela da Broadway estava visitando alguns amigos quando, como de costume, a conversa começou a girar em torno da psiquiatria. "Devo dizer", disse a anfitriã, "que o meu analista é o melhor que existe! Você não pode imaginar o que ele fez por mim. Você tem de conhecê-lo".

"Mas eu não preciso de analista", disse a estrela. "Eu não poderia ser mais normal – não há nada de errado comigo". &…

FUMAR OU NÃO FUMAR - Ter Seus Cigarros e Seu Bem-Estar Também? - Por Abraham

Imagem
FUMAR OU NÃO FUMAR
Ter Seus Cigarros e Seu Bem-Estar Também?
Por Abraham
18/Fevereiro/1995

Convidado: Uma coisa em que eu tenho muita resistência é parar de fumar. Já parei três vezes em um ano, pelos últimos nove anos, mas eu gosto de fumar, me sinto ambivalente a respeito disso.

Abraham:

É interessante por que até mesmo a sua decisão é resistente, pois você fala sobre não fazer algo. Em outras palavras, você diz “Tenho resistência em parar”. Então, vamos falar um pouco a respeito disso.

Se você pudesse fumar e não sentir a resistência, o cigarro não seria nenhum dano.

Não é o fumo que faz você doente, é a resistência.

A razão pela qual fumar está se tornando mais e mais prejudicial é porque as pessoas acreditam que fumar é ruim, mas elas estão fumando de qualquer forma – e qualquer coisa que você faça, que você acredite que não deva fazer, faz surgir uma extraordinária resistência.

Pensamos que esse empenho que você está tendo é por que uma parte de você quer que você saiba – e quer…