Mensagem na Água - Masaru Emoto

Cristal: congelamento de água consagrada por oração
Nos anos de 1970, o especilista norte-americano em polígrafia (tecnologia permite transformar em sinais elétricos e/ou eletromagnéticos, projetados em tela, dados sobre variados fenômenos naturais) Cleve Backster, depois de uma extensa pesquisa sobre a dor, chamou a atenção do mundo científico com a descoberta de que as plantas reagem às emoções e pensamentos humanos. Os detalhes do estudo foram expostos no livro The Secret Life of Plants (A Vida Secreta das Plantas), dos escritores Peter Tompkins e Christopher Bird.
Recentemente, o médico japonês em medicina alternativa, Masaru Emoto, chocou a comunidade científica ao afirmar que também as moléculas de água reagem aos "humores" humanos. O pesquisador apresenta provas: imagens de cristais de água que mudam de forma de acordo com estímulos tais como emoções, sons e pensamentos. O relato da pesquisa resultou no livro Message From Water (As Mensagens da Água - publicado no Brasil, Editora Isis - 2004).
Emoto começou seus experimentos submetendo amostras de água destilada a diferentes condições; depois, congelou as amostras produzindo cristais, visíveis ao microscópio. São cristais como estes que formam os flocos de neve. Quando uma das amostras tinha sido exposta a uma sessão de música clássica, por exemplo, como Beethoven, Mozart ou Bach, os cristais apresentaram formações simétricas de grande beleza; se a "trilha sonora" era heavy metal (rock pesado), os cristais mudavam sensívelmente e sua forma, que normalmente seria hexagonal, rompia-se em pedaços, em fragmentos morfologicamente iguais.

"A água parece reagir negativamente a esse tipo de música (rock pesado)", diz Emoto que, usando a canção Heartbreak Hotel, interpretada por Elvis Presley, obteve três tipos de cristais: o primeiro é a imagem de um coração partido em dois; o segundo mostra duas partes de coração que parecem se esforçar para ficar juntas e o terceiro tipo, é um coração que apresenta sinais de esforço para se manter íntegro.

Dando continuidade à experiência, o cientista fixou, no recipiente que continha amostra de água, um rótulo, escrito em japonês, com os dizeres que podem ser traduzidos como "You are fool", ou "Você é tolo, "Você é imbecil". A amostra foi deixada com o rótulo por uma noite e o congelamento resultou em formação de cristais semelhantes áqueles formados sob a influência do rock, caracterizados por assimetria e dispersão.
Outro rótulo, onde estava escrito "Você me deixa doente: eu vou matar você", produziu na amostra congelada uma formação extremamente distorcida e feia, ao contrário da afirmação "Eu te amo" cujo cristal correspondente era absolutamente maravilhoso. Para Emoto, a água cristalizada sob tal influência amorosa era uma expressão "mineral" de gratidão e reciprocidade ao amor declarado.

Estes resultados conduzem a uma nova compreenção científica da relação entre os homens e a água: a água à volta do ser e a água dentro do ser. Os homens têm 75% de água na constituição de seus corpos físicos. Por isso, a descoberta de Emoto obriga a uma reflexão sobre a influência da água sobre a saúde como um todo e abre uma nova fronteira para a utilização da água como substância medicinal.

Novidade para os cientistas, o poder da água é um velho conhecido das tradições esotérico-religiosas em todas as culturas do mundo. A descoberta confere o selo da credibilidade acadêmica à "água-benta" dos cristãos-católicos, por exemplo. Shamãs e curandeiros há muito oferecem "água magnetizada" por orações ou "fórmulas mágicas" como remédio eficaz contra várias enfermidades.

O médico e ocultista Paracelso utilizava a água magnetizada em suas terapias. Outro médico ocultista, Papus, que viveu no século XIX, escreve, em seu Tratado Elementar de Magia Prática (Ed. Pensamento), que são quatro as substâncias curativas básicas da medicina hermética: água, álcool (como em vinhos e destilados), enxofre (sulfas) e sal.

Nos anos de 1990, um cientista americano encontrou uma estranha formação impressa em uma superfície de água magnetizada por um monge com o objetivo de retardar o desenvolvimento de uma larva de borboleta. O procedimento do religioso havia afetado a alcalinidade do líquido que assim permaneceu mesmo depois de afastado do local da magnetização e do magnetizador a uma distância de 50 milhas; ou seja, a intenção ou pensamento do monge premaneceu influenciando a água.

Imagens da Experiência: os cristais comparados
- http://www.aiis.com.au/Message%20from%20the%20Water.htm - AIIS The Ashish Institue For Inner Studies
- http://www.hado.net/gallery.html - Hado Instructor School USA
por por Jaime Licauco

tradução e comentários adicionais: Mahajah!ck
FONTE: INQUIRER NETWORK em 12/12/2005

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HORÁRIOS DOS 12 MERIDIANOS PRINCIPAIS

CLORETO DE MAGNÉSIO P.A. - O SANTO REMÉDIO

OMBRO DOLOROSO E SEU TRATAMENTO COM ACUPUNTURA